Fabrício Togni - Cirurgia e traumatologia buco maxilo facial

Implantes dentários


Implantes dentários

A Implantodontia é a especialidade da odontologia dedicada a restabelecer a função de mastigação e estética perdidas, devido a ausência de um ou mais dentes, através da implantação cirúrgica de cilindros de titânio, para posteriormente receberem as próteses dentárias. Por serem integrados ao osso, os implantes oferecem um suporte estável para os dentes artificiais. Esta modalidade de prótese sobre implantes confere ao paciente mais segurança em todas as funções bucais proporcionando uma situação mais natural do que pontes ou dentaduras convencionais.

 

Vantagens do tratamento


 Melhoria na estética: os implantes dentários se assemelham com os dentes naturais na aparência e na sensação da mastigação.

Melhoria no conforto: os implantes dentários permitem a instalação de próteses fixas, impossibilitando que estas se desloquem ou sejam removidas.

Melhoria na fala: As próteses móveis possuem uma baixa estabilidade na sua fixação bucal, consequentemente dificultam a fala correta. Os implantes dentários permitem uma fixação rígida das próteses.

Melhor Mastigação: os implantes dentários funcionam como o dente natural, permitindo que o paciente se alimente com confiança e sem dor.

 

Dúvidas Frequentes


Veja abaixo algumas das dúvidas mais frequentes entre os pacientes:

Dói a instalação dos implantes dentários?


Todo o processo é realizado sob anestesia local ou sob anestesia geral, por isso, não há dor durante o procedimento. Após a realização do procedimento, analgésicos são prescritos pelo especialista para o total conforto do paciente. O desconforto varia de acordo com a extensão da cirurgia realizada e também da técnica e habilidade do Cirurgião Dentista, por isso, um especialista na área tem todo o conhecimento necessário para o tratamento adequado e indolor ao paciente.

 

Quanto tempo demora uma cirurgia de implante dentário?


A instalação de um implante demora cerca de 30 minutos, contudo pode variar de acordo com a complexidade do procedimento e a quantidade de implantes indicados para o caso.

 

Pode ocorrer rejeição dos implantes dentários?


Não. O implante dentário é feito de uma liga de titânio. Este material é biocompatível, portanto, não é rejeitado pelo organismo. O que pode acontecer em determinados casos é o insucesso por falha na união do implante com o osso, causada por variados fatores. Para o sucesso do tratamento com os implantes dentários é preciso que o paciente tenha gengivas saudáveis e ossos adequados para sustentá-los. Também deverá se comprometer a manter estas estruturas saudáveis com uma higiene bucal meticulosa e visitas regulares ao dentista.

 

Quantos implantes podem ser colocados?


Depende da necessidade do paciente e da quantidade de dentes que deverão ser substituídos. Indica-se os implantes dentários para substituir apenas um dente perdido ou até mesmo todos os dentes das arcadas.

 

  • Dente extraído
  • Implante dentário instalado
  • Implante dentário cicatrizado
  • Prótese instalada

Cicatrização dos implantes dentários


O período de cicatrização é o tempo necessário a partir da cirurgia de instalação do implante dentário para que o tecido ósseo na região se recupere e se forme ao redor do cilindro, fazendo a sua fixação definitiva. Este processo é chamado de Osseointegração. A osseintegração pode variar de pessoa para pessoa, dependendo da qualidade e quantidade de osso. Normalmente este período varia de 3 a 4 meses. Somente após a osseointegração as próteses definitivas podem ser instaladas. Este tempo pode ser reduzido para apenas 21 dias quando se tem uma estrutura óssea adequada e instalamos implantes com superfícies especiais. Enquanto se aguarda este período de osseointegração, os pacientes ficam com próteses dentárias provisórias que vão suprir a sua necessidade estética e funcional. Em alguns casos as próteses sobre os implantes definitivas podem ser colocadas imediatamente após a cirurgia da instalação destes implantes. Este procedimento é chamado de carga imediata e pode ser realizado quando variados fatores propícios forem observados no caso do paciente.

 

Substituição de dentes perdidos


A saúde bucal afeta diretamente todo o seu corpo. Quando eles são saudáveis você é mais saudável também. A falta de apenas um dente pode afetar sua mordida, fala e alimentação. Com a falta de alguns dentes, os dentes restantes são sobrecarregados na sua funçao, aumentando a chance de que eles se desgastem ou sejam danificados prematuramente. A ausência de dentes também podem causar dor de cabeça e nos maxilares ( Disfunção Têmporo Mandibular).

 

Opções para substituição de dentes perdidos


Você pode escolher entre uma série de diferentes opções para substituir os dentes ausentes.

 

Ponte fixa


Uma ponte fixa é um conjunto de dentes artificiais (coroas protéticas) que estão conectados uns aos outros para substituir um ou mais dentes e estão . A vantagem deste tipo de prótese é que ela é fixa, impedindo a sua movimentação. A grande desvantagem é a necessidade de se desgastar dentes vizinhos saudáveis, comprometendo sua estrutura. A colocação de Implantes Dentários nesta situação é altamente recomendável pois estes dentes vizinhos não são desgastados e a higiene local será facilitada.

 

  • Ponte fixa sobre os dentes vizinhos desgastados
  • Prótese fixa sobre implante evitando desgaste dos dentes vizinhos

Ponte removível


A ponte removível é um conjunto de dentes artificiais em acrílico que estão conectados uns aos outros para substituir um ou mais dentes perdidos. Como é uma prótese que se remove, a instabilidade é constante e prejudica a alimentação, fala e estética. Podemos considerar este tipo de prótese apenas como uma reabilitação provisória pois a colocação de Implantes Dentários são a principal indicação para tratamento destas condições.

 

  • Ponte parcial removível para um dente
  • Ponte parcial removível para vários dentes
  • Ponte fixa sobre implantes dentários eliminando a ponte parcial removível

Próteses totais (dentaduras)


A solução mais comum para a reabilitação de pacientes que têm ausência de todos os dentes dos maxilares é a Prótese Total. Algumas pessoas se adaptam bem a dentadura e outros acham desconfortáveis e até mesmo intoleráveis. O grande desconforto se dá pela instabilidade na mastigação e na fala. As alternativas para tratamento destes pacientes podem ser realizados de duas maneiras principais.

 

Próteses totais removíveis


Uma ótima opção é instalar dois a quatro implantes dentários no maxilar que não possui dentes. Posteriormente uma prótese total é feita para que se encaixe sobre estes implantes. Esta opção permite que a prótese fique mais estável na boca do paciente, aumentando a qualidade e o conforto na alimentação e fonação. Como se trata de uma prótese total removível sobre implantes o paciente terá a vantagem de removê-la para facilitar a sua higienização.

 

  • Maxilar sem dentes
  • Implantes dentários instalados
  • Prótese total removível fixada sobre os implantes dentários

Próteses totais fixas


Todos os transtornos causados pela utilização de dentaduras já podem ser minimizados com a utilização dos implantes dentários. O método consiste na introdução cirúrgica de 5 a 8 implantes dentários que servem como pilares de fixação. Posteriormente sobre estes implantes é colocado uma prótese total fixa com todos os dentes. Este tipo de reabilitação permite ao paciente ter uma estabilidade na prótese como nenhum outro tipo de tratamento. A prótese dentária total fixada nos implantes só pode ser removida pelo Cirurgião Dentista.

 

  • Maxilar sem dentes
  • Implantes dentários instalados
  • Prótese total fixa sobre os implantes dentários